Tag Archives: massa

Nem só de sushis e sashimis vivem os (restaurantes) japoneses

25 fev

(c) restaurantfufu.fr

Quando se fala em restaurante japonês logo se pensa em sushi e sashimi, o que na verdade é muito restritivo. A culinária japonesa é uma das mais ricas, saborosas e saudáveis, capaz de fazer muito velhinho passar dos 100 anos de idade.

No ocidente ainda estamos a descobrir estas tais riquezas, mas depois da abertura do Fufu em Bordeaux, damos mais um passo nessa caminhada. Nesse restaurante minúsculo somos transportados direto para um outro ambiente, mais “quente” (não só por causa das woks no fogo!), cosmopolita, intimista, onde os clientes se apertam no longo balcão logo em frente aos cozinheiros. O vai e vem dos fregueses e da atendente que faz os pedidos em japonês para seus colegas, que repetem em voz alta para confirmar, dão vida ao local.

Nesse “bar a noodle”, são servidos pratos rápidos e caprichados, com preço acessível, entre 5 e 10 €. Como se pode imaginar, nada de sushis, mas deliciosos ramen, sopa com massa e vários outros ingredientes, dependendo do tipo escolhido. Pode ser gengibre, bambu, algas, carne, gergelim… Os do Fufu são mesmo uma delícia e a porção é mais que generosa.

(c) restaurantfufu.fr

O noodle bar, que faz parte da cultura gastronômica do Japão, ainda é novidade por aqui. Mas se depender da aceitação do público de Bordeaux,  que está sempre na fila do take away ou esperando um lugar se liberar dentro do restaurante, o conceito também tem tudo para se difundir. Vida longa ao Fufu!

_______

Fufu Japanese Noodle Bar

37, Rue Saint Rémi, Bordeaux, França.

O espaguete à bolonhesa não existe

19 jan

Pelo menos não em Bolonha, na Itália. Essa informação importante me foi dada por uma amiga depois de comentar com ela que em breve gostaria de conhecer a cidade. Sendo ela minha especialista em questões italianas, não tive como não acreditar. Pensei, deve ser coisa de brasileiro mesmo, assim como o crepe de banana.

E não é que esses dias ao folhear uma revista velha dei de cara com um artigo “La vérité sur la bolognaise”! :O – e eu que nem tinha me dado conta que na França o tal macarrão também existe. Mas o importante é que agora eu iria enfim descobrir a verdadeira historia da bolonhesa. É, talvez seja isso, a bolonhesa é uma italiana que há tempos migrou para o Brasil, sem deixar de dar uma passadinha na França para difundir sua grande receita. Minha amiga tinha razão, a bolonhesa nunca esteve em Bolonha!

 

Aparentemente esses tais espaguetes, finos demais e aos quais é impossível agregar (para usar uma palavra da moda) um bom molho, foram inventados depois da segunda guerra mundial pelos imigrantes napolitanos e viraram sucesso mundial.

Assim, quem vai à Bolonha deverá se contentar com os tagliatelles de 8 mm de largura, servidos al ragu – um molho feito com carne (de vaca), tomates, cebolas, legumes variados, vinho branco, creme de leite e queijo parmesão. Ok, muitos dirão que não há grande diferença entre um e outro. Eu diria que a receita do molho a bolonhesa seja talvez uma versão “de pobre”, já que foi criada em tempos de penúria…

Melhor conferir pessoalmente. Bolonha me aguarda.

foto C. Porto/FreeDigitalPhotos.net

(artigo originalmente publicado em 2008).