Tag Archives: Bordeaux

Os cannelés de Bordeaux

27 abr

Esses bolinhos saborosos, crocantes por fora e macios por dentro, são um dos segredos culinários de Bordeaux. Mesmo na França, a receita ainda é pouco difundida e os que não moram na região nem sempre conhecem esses bolinhos saborosos.

Variante cannelés com nutella, editora Marabout.

Os puristas dizem que a receita é complexa e difícil de ser reproduzida nos fornos caseiros. Que uma forma em cobre, caríssima diga-se de passagem, e um forno industrial, são necessários para obter a perfeição. Mas, cada vez mais, as donas de casa, editoras de livros de cozinha e marcas produtoras de formas em silicone, tendem a ignorar esses dados. A moda dessa guloseima parece se instalar de vez.

Se o nome cannelé faz pensar em uma iguaria feita com canela, não se deixe enganar, pois ela não entra na receita. O nome seria derivado da palavra em Gascon “cannelure”, que faz alusão à forma do doce, com essas textura característica. O gosto especial fica por conta do rum, que entra na receita à base de leite, farinha, açúcar, baunilha e gemas de ovo.

As origens não são muito bem conhecidas, mas acredita-se que o bolinho teria sido criado no século XVIII no convento das Annonciades de Bordeaux. Depois, teria caído no esquecimento. O sucesso veio nos anos 1980, quando foi ressuscitado pela família Baillardran, que transformou o cannelé em artigo de luxo. Hoje, eles dominam o mercado e estão presentes em todos os cantos da cidade.

Outros textos fazem alusão ao fato que as claras de ovo eram usadas no tratamento das vinhas, para prevenir os ataques de pragas, e que então, as gemas eram usadas para fazer os doces.

Simples, gostosos e crocantes, os cannelés são hoje, incontornáveis em Bordeaux.

Anúncios

Nem só de sushis e sashimis vivem os (restaurantes) japoneses

25 fev

(c) restaurantfufu.fr

Quando se fala em restaurante japonês logo se pensa em sushi e sashimi, o que na verdade é muito restritivo. A culinária japonesa é uma das mais ricas, saborosas e saudáveis, capaz de fazer muito velhinho passar dos 100 anos de idade.

No ocidente ainda estamos a descobrir estas tais riquezas, mas depois da abertura do Fufu em Bordeaux, damos mais um passo nessa caminhada. Nesse restaurante minúsculo somos transportados direto para um outro ambiente, mais “quente” (não só por causa das woks no fogo!), cosmopolita, intimista, onde os clientes se apertam no longo balcão logo em frente aos cozinheiros. O vai e vem dos fregueses e da atendente que faz os pedidos em japonês para seus colegas, que repetem em voz alta para confirmar, dão vida ao local.

Nesse “bar a noodle”, são servidos pratos rápidos e caprichados, com preço acessível, entre 5 e 10 €. Como se pode imaginar, nada de sushis, mas deliciosos ramen, sopa com massa e vários outros ingredientes, dependendo do tipo escolhido. Pode ser gengibre, bambu, algas, carne, gergelim… Os do Fufu são mesmo uma delícia e a porção é mais que generosa.

(c) restaurantfufu.fr

O noodle bar, que faz parte da cultura gastronômica do Japão, ainda é novidade por aqui. Mas se depender da aceitação do público de Bordeaux,  que está sempre na fila do take away ou esperando um lugar se liberar dentro do restaurante, o conceito também tem tudo para se difundir. Vida longa ao Fufu!

_______

Fufu Japanese Noodle Bar

37, Rue Saint Rémi, Bordeaux, França.